Irmão do ex-presidente Salinas escreveu carta antes de morrer

No momento de sua morte, Enrique Salinasde Gortari, o irmão do ex-presidente do México Carlos Salinas de Gortari, levava uma carta em que descrevia seus problemas financeiros e uma ameaça não específica à segurança de seus filhos.A carta manuscrita, achada junto com o corpo de Enrique Salinas dentro de um carro abandonado nas proximidades da Cidade do México na segunda-feira, foi publicada pelas autoridades depois que se confirmou ter sido escrita por ele. Salinas morreu asfixiado com uma bolsa de plástico na cabeça.Os investigadores consideram que Salinas foi assassinado e que o mataram quando tentavam obter informações.Trechos da carta"Desde fevereiro de 1995, quando iniciou-se uma perseguição impiedosa a minha pessoa, deu-se a impossibilidade de seguir com minha vida profissional. Ao fechar minha empresa e fonte de trabalho, que havia criado há mais de dez anos, teria que enfrentar uma situação social extremamente adversa", dizia na carta."Esta situação se estendeu a meus amigos e pessoas relacionadas com minhas atividades profissionais, assim como a meus filhos, que têm enfrentado grandes riscos de segurança tanto física como emocional", escreveu Salinas.

Agencia Estado,

09 de dezembro de 2004 | 11h18

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.