Islamabad acusa EUA de ''difamação''

O Paquistão acusou ontem os EUA de "difamação" após a prisão de um homem nascido na Caxemira acusado de ser espião paquistanês. Ghulam Nabi Fai, de 62 anos, teria trabalhado nos EUA pela independência de sua região natal - hoje sob controle da Índia - a mando do serviço secreto de Islamabad, em um esquema de doações ilegais a políticos americanos. Há crise entre os dois países desde a morte de Bin Laden.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.