Islâmico vence Reino Unido em processo de deportação

Um ativista islâmico em Israel que entrou no Reino Unido apesar de estar proibido venceu uma apelação contra a sua deportação. O líder do Movimento Islâmico em Israel, Sheikh Raed Salah, voou para o Reino Unido em junho, apesar de estar proibido por causa de suas atividades políticas. Salah foi detido, preso por três semanas e solto sob fiança.

AE, Agência Estado

08 de abril de 2012 | 17h21

Uma organização de solidariedade à palestina informou neste domingo que Salah recebeu uma carta do Alto Tribunal de Imigração Britânico dizendo que a prisão dele era "totalmente desnecessária" e que a apelação dele foi um sucesso "em todos os campos". O gabinete do Interior britânico disse que estava "desapontado" com a decisão do tribunal. "Estamos analisando o julgamento e, se pudermos apelar, vamos fazer isso", afirmou, em comunicado. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
deportaçãoislâmicoReino Unido

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.