Islâmicos lideram eleição

O Partido Justiça e Liberdade (PJL), legenda islâmica moderada ligada à Irmandade Muçulmana, venceu a primeira etapa das eleições parlamentares egípcias, com 37% dos votos, seguido pelos radicais salafistas do Al-Nur, com 24%. Os seculares do Bloco Egípcio estão em um distante terceiro lugar.

O Estado de S.Paulo

22 de dezembro de 2011 | 03h03

Os dois partidos religiosos são novamente favoritos para a segunda etapa da eleição, que ocorre em 9 das 27 províncias do país. O novo Parlamento, de 508 deputados, será responsável por indicar os 100 constituintes que escreverão a nova Carta do Egito.

Em meio à votação, algumas centenas de manifestantes seguem na Praça Tahrir, símbolo dos protestos que derrubaram o ditador Hosni Mubarak, em fevereiro, para pedir a transição de poder aos civis. / AP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.