Islamistas se unem por Estado muçulmano

Poderosas milícias rebeldes islamistas que combatem a ditadura do sírio Bashar Assad anunciaram ontem que se juntaram em uma única organização. O passo foi interpretado como uma tentativa de conter as tropas oficiais e impedir que grupos insurgentes rivais conquistem território. A Frente Islâmica reúne seis grandes milícias que pretendam transformar a Síria em um Estado muçulmano.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.