Isolado, líder húngaro visita colegas europeus

O primeiro-ministro da Hungria, Viktor Orban, esteve ontem em Bruxelas para tentar negociar diretamente com líderes europeus e conter o crescente isolamento de seu governo. Budapeste aprovou este mês uma nova Constituição, cujas cláusulas de restrição da liberdade de imprensa e da autonomia do Banco Central enfureceram autoridades de Bruxelas. Orban admitiu que "partes" da nova Carta poderão ser revistas, mas ele quer convencer colegas do bloco de que não há ameaça à democracia em seu país.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.