Isolamento fez PIB hondurenho encolher

O golpe de Estado em Honduras, que no dia 28 de junho depôs o presidente Manuel Zelaya, significou um duro golpe para a já frágil economia hondurenha. A crise, que deixou o país isolado, fez o PIB hondurenho encolher 6%. Se as greves e os bloqueios promovidos pelos simpatizantes de Zelaya prosseguirem, a perda será de 8%. Estudos mostram que o turismo, uma das principais fontes de riqueza de Honduras, caiu 70%. De cada dez hondurenhos, seis vivem na pobreza e quatro na indigência.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.