Israel acusa 'terroristas da Faixa de Gaza' de estarem por trás de ataques

Série de ataques em estrada no sul de Israel mataram pelo menos 6 pessoas

Efe

18 de agosto de 2011 | 10h52

JERUSALÉM - O ministro da Defesa israelense, Ehud Barak, declarou que os terroristas da Faixa de Gaza estão por trás dos ataques registrados nesta quinta-feira, 17, no sul de Israel que deixaram seis mortos e pelo menos 25 feridos.

 

"A fonte dos atos terroristas é Gaza e nós atuaremos com plena força e determinação contra eles", disse Barak em comunicado divulgado após conversas com os responsáveis dos corpos de segurança israelenses.

 

O ministro da Defesa qualificou os ataques como "um grave ato terrorista" que "mostra a fraqueza do controle egípcio no Sinai e o alcance das atividades de agentes terroristas".

 

Barak se deslocou ao sul do país para acompanhar as operações na região.

 

Por enquanto, nenhum grupo armado reivindicou a autoria dos ataques armados nos arredores da cidade de Eilat.

 

O movimento islâmico Hamas, que governa a Faixa de Gaza, não emitiu nenhuma reação aos ataques.

Tudo o que sabemos sobre:
IsraelataquesmortosGazaterrorismo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.