Israel adverte colonos judeus sobre assentamentos ilegais

A cúpula militar de Israel emitiu uma dura advertência contra os colonos judeus para que se abstenhamde criar novos postos ilegais de controle na Cisjordânia, já que os Estados Unidos controlam agora todos os seus movimentos, informou nesta terça-feira o jornal israelense Maariv.Fontes políticas israelenses confirmaram ao jornal que ossatélites de espionagem controlados pelos EUA sobrevoam a região e obtêm imagens muito detalhadas e que são imediatamente repassadas ao Departamento de Estado americano.O congelamento de novas construções nos assentamentosexistentes e a remoção dos postos ilegais são mencionados como parte das obrigações de Israel para a implementação do roteiro para a paz, um plano elaborado pelo chamado Quarteto de mediadores de paz para o Oriente Médio, grupo formado por EUA, Rússia, União Européia (UE) e Organização das Nações Unidas (ONU).No entanto, a tensão nos territórios palestinos continua altadevido a uma emboscada realizada ontem numa estrada daCisjordânia por militantes das Brigadas dos Mártires de Al-Aqsa. No incidente, um coronel do Exército israelense morreu e sua filha ficou gravemente ferida. As vítimas moravam num posto ilegal.O movimento dos colonos judeus planeja para amanhã um protesto na Cisjordânia. Porém, o evento foi proibido pelo Exército devido a "questões de segurança".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.