Israel alivia restrições a palestinos durante Natal

O Exército de Israel afirmou que está aliviando as restrições ao movimento de cristãos palestinos na Cisjordânia durante os festejos do Natal. O tenente-coronel Eyad Sirhan disse que milhares de cristãos da Cisjordânia vão receber permissões, válidas por um mês, para entrar em Israel e visitar os locais sagrados de Jerusalém.

AE-AP, Agencia Estado

14 de dezembro de 2009 | 14h23

Normalmente, apenas pequenos grupos de palestinos da Cisjordânia podem entrar em Israel, a maioria por causa de necessidades urgentes. Sirhan é o responsável por assuntos civis na região de Belém. No entanto, funcionários da Defesa disseram que apenas 300 dos 3 mil cristãos de Gaza receberão permissão para ir para Israel no período.

Nos últimos anos, Israel tem permitido a entrada de um número maior de cristãos em seu território para as festividades de final de ano. Mas Sirhan disse que o sistema de cotas não foi abolido.

Tudo o que sabemos sobre:
IsraelPalestinaNatalJerusálem

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.