Israel anuncia novas ampliações em assentamentos

Israel anunciou que vai construir mais de 500 novas casas nos assentamentos judaicos da Cisjordânia, em violação aos termos do "roteiro para a paz" e acirrando a revolta dos palestinos - já inquietos com a decisão israelense de construir um muro de segurança que na prática anexa áreas palestinas. O roteiro para a paz previa o completo congelamento em todas as construções nos cerca de 150 assentamentos da Cisjordânia e da Faixa de Gaza, regiões ocupadas por Israel durante a Guerra dos Seis Dias, de 1967.Funcionários de Israel alegam que o governo israelense não tem nenhuma obrigação de cumprir com os termos do roteiro para a paz enquanto os palestinos não cumprirem o compromisso de desmantelar os grupos radicais. "O roteiro para a paz está bloqueado por causa da falta de ação dos palestinos em acabar com os grupos terroristas", disse Zalman Shoval, um assessor do primeiro-ministro israelense, Ariel Sharon.O governo israelense defende a construção das casas sob o argumento de que ela responderá às necessidades do que qualifica de "crescimento natural" dos assentamentos - embora a vasta maioria dos novos edifícios esteja prevista para um único assentamento, que tem se expandido se forma agressiva na Cisjordânia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.