Israel aponta o linha-dura Zahar como novo líder do Hamas

Funcionários israelenses disseram hoje acreditar que o novo líder do Hamas em Gaza é Mahmoud Zahar um destacado linha-dura do grupo islâmico. Ao mesmo tempo, soldados do Exército do Estado judeu matavam um menino palestino de 14 anos e deixavam gravemente ferida uma garota de 15 perto de assentamentos judaicos na Faixa de Gaza. A menina, que teria problemas mentais, vagava por uma área restrita ocupada pelo Exército de Israel. Na noite de hoje, dois palestinos foram assassinados em um incidente perto do campo de refugiados de Mughazi, na região central da Faixa de Gaza. Segundo fontes palestinas, houve umaexplosão seguida por disparos de metralhadora. Não se sabe se forças israelenses estão envolvidas. O Exército de Israel não comentou o episódio. Ainda nesta segunda-feira, a procuradoria-geral da Autoridade Nacional Palestina (ANP) anunciou que será acelerado o processo contra dezenas de supostos colaboradores de Israel e que buscarápelos suspeitos de terem ajudado o Estado judeu a assassinar o líder do Hamas Abdel Aziz Rantisi em 17 de abril. Cinqüenta e três supostos informantes estão sob custódia das autoridadespalestinas à espera de julgamento. Rantisi - sucessor do fundador e líder espiritual do Hamas, xeque Ahmed Yassin, assassinado por Israel em 22 de março - adotava precauções extremas, mas Israel o localizou durante uma rara visita à sua casa e disparou um míssil contra seu carro, matando o líder do Hamas e dois de seus guarda-costas. Depois do assassinato de Rantisi, o Hamas informou que nãoanunciaria a identidade de seu novo líder para evitar açõesisraelenses. Entretanto, as especulações concentram-se no nome de Zahar,que era médico pessoal de Yassin e durante anos foi um dos maisvisíveis porta-vozes do Hamas. Hoje, três jornais israelenses identificaram Zahar, que eravice de Rantisi na nova liderança do grupo islâmico. Alguns diasatrás, o próprio Zahar veio a público dizer que o Hamas nãodivulgaria o nome do novo líder, mas não negou ter herdado oposto. Sem identificar explicitamente o novo ocupante do cargo, ocomandante do Estado-Maior das Forças Armadas de Israel, generalMoshe Yaalon, disse ao jornal Yediot Ahronot que o novo líderherdou o posto "automaticamente" e aceitou a posição comrelutância. Yaalon disse que Israel evitará atacar o novo líder do Hamasenquanto o grupo se mantiver quieto. "Ele não queria a posição eaparentemente tem evitado tomar decisões e, também aparentemente tem evitado o terrorismo. Se alguém não usa o terrorismo comoarma contra nós, não precisamos lidar com essa pessoa." Apesar de Yaalon não ter identificado o novo líder, fontesmilitares israelenses apontaram o dedo para Zahar. As fontesressaltaram que é impossível afirmar com certeza que Zahar é onovo líder devido à estrutura da cúpula do grupo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.