REUTERS/ Ronen Zvulun
REUTERS/ Ronen Zvulun

Israel aprova inclusão de partido ultradireitista em coalizão governamental

Avigdor Lieberman, líder do partido Yisrael Beiteinu ('Israel é o Nosso Lar'), foi nomeado titular da Defesa

O Estado de S. Paulo

30 Maio 2016 | 09h20

JERUSALÉM - O governo de Israel aprovou nesta segunda-feira, 30, a inclusão do partido ultradireitista Yisrael Beiteinu ("Israel é o Nosso Lar") na coalizão governamental e a designação de seu líder, Avigdor Lieberman, como titular da Defesa.

Em comunicado emitido pelo Escritório do primeiro-ministro, Benjamin Netanyahu, se indica que "o governo aprovou por unanimidade a nomeação de Avigdor Lieberman como titular da Defesa".

Sem experiência militar, Lieberman deve jurar o cargo esta tarde no Parlamento.

No mesmo comunicado também se informa da designação de Sofa Landver, membro de Yisrael Beiteinu, como titular de Imigração e Absorção, e de Tzachi Hanegbi, do conservador Likud - de Netanyahu -, como ministro sem pasta do Escritório do primeiro-ministro.

A inclusão do partido de Lieberman no Executivo elevará o número de cadeiras da coalizão governamental para 66 contra os 61 com os quais Netanyahu contava após as eleições realizadas em 2015.

Nas últimas duas semanas, dois ministros, entre eles o anterior titular da Defesa e militante do Likud, Moshe Yaalon, renunciaram ao Executivo por desavenças com o premiê israelense e com sua decisão de incorporar a formação de Lieberman à coalizão governamental. /EFE

Mais conteúdo sobre:
ultradireitaIsraelcoalizão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.