Israel aprova nomeação de novo chefe das Forças armadas

O governo israelense aprovou neste sábado de forma unânime a nomeação de Gabi Ashkenazi para a chefia das Forças Armadas, informou a rádio pública israelense. Ashkenazi substituirá o general do ar Dan Halutz, quem continuará de forma interina no cargo pelos próximos dez dias, acrescentou a emissora.No início da reunião semanal dos ministros, o chefe do Executivo israelense, Ehud Olmert, disse que não ter dúvida alguma de que o próximo chefe do Exército Gabi Ashkenazi "conduzirá as Forças Armadas com plenas competências".Por sua vez, o ministro da Defesa, Amir Peretz, afirmou durante a reunião que o próximo chefe do Estado-Maior terá um mandato de quatro anos, em vez do de três estipulado até o momento.Ashkenazi, de 53 anos e até o momento diretor-geral do Ministério da Defesa, foi no passado subchefe do Estado-Maior e responsável pelo Comando Norte do Exército israelense.Há dois anos, quando Halutz foi nomeado chefe das Forças Armadas pelo então primiro-ministro, Ariel Sharon, o militar foi para a reserva do Exército com a patente de general, aparentemente por desacordar da nomeação do colega.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.