Israel arquiva investigação de morte de palestino

O exército de Israel arquivou nesta sexta-feira a investigação da morte de um manifestante palestino que perdeu a vida quando um soldado israelense atirou nele um cilindro de gás lacrimogêneo.

AE, Agência Estado

06 de dezembro de 2013 | 08h34

O manifestante Mustafa Tamimi foi morto durante um protesto contra a ocupação israelense na Cisjordânia em dezembro de 2011.

Tamimi atirava pedras na direção de um veículo militar israelense quando um soldado lançou na direção dele o cilindro de gás lacrimogêneo. Segundo a investigação militar de Israel, o soldado "não viu" Tamimi.

O grupo pacifista B''Tselem criticou a decisão da justiça militar de Israel, argumentando que ela transmite mensagem de que soldados israelenses não serão responsabilizados quando matarem palestinos. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Israelpalestinos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.