Israel ataca bases palestinas na Faixa de Gaza

Caças F-16 da Força Aérea de Israel bombardearam, na madrugada deste domingo, os quartéis da polícia palestina em Gaza e Deir El-Balah. O quartel-general da polícia palestina em Gaza foi completamente destruído pelo ataque. O ataque aéreo ocorreu depois que o Exército israelense realizou duas incursões contra a zona sob controle palestino na região de Rafah, perto da fronteira com o Egito, em resposta ao ataque suicida que, ontem, matou três militares israelenses e feriu outros sete no sul deste território. Nas incursões por terra, realizada por três tanques, o Exército israelense matou um palestino e deixou outros cinco feridos. Um militar israelense também foi ferido levemente.Os tanques penetraram cerca de dois quilômetros dentro da Faixa de Gaza, o que foi a maior incursão israelense na zona autônoma palestina desde o início da Intifada, em setembro passado. Dois edifícios de repartições públicas palestinas, um dos quais serve de sede para o ministério da Agricultura, foram ocupados pelos israelenses, que também destruíram duas posições palestinas próximas ao aeroporto de Rafah.Ontem, um outro ataque, na estrada que liga Jerusalém à localidade israelense de Modiin, vitimou três civis israelenses e deixou duas crianças feridas. Com mais estas mortes, eleva-se a 743 (569 palestinos e 152 israelenses) o número de mortos desde o início da atual Intifada, no dia 28 de setembro último.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.