Israel ataca escritório de Arafat

Helicópteros do Exército israelense destruíram o prédio onde ficam os escritórios do presidente da Autoridade Palestina, Yasser Arafat, em Gaza. Segundo fontes palestinas de segurança, mais de 30 explosões de enorme potência sacudiram a cidade de Gaza por cerca de 40 minutos na madrugada de domingo (horário local). Arafat não estava em Gaza na hora do ataque.De acordo com um palestino, a Marinha israelense também participa dos ataques, considerados de uma envergadura sem precedentes.A nova ofensiva israelense aconteceu logo após a atentado no café em Jerusalém, praticado por um palestino suicida, no qual morreram 11 pessoasOs escritórios do líder palestino, que vive confinado pelo Exército israelense em Ramallah (Cisjordania) desde 3 de dezembro, foram totalmente destruídos pelas chamas. Foi neste prédio que Arafat recebeu autoridades como o presidente francês Jacques Chirac, o primeiro-ministro britânico Tony Blair e o ex-presidente norte-americano Bill Clinton, disse um oficial palestino. "Todos os nossos documentos foram destruídos", disse ele, assegurando que a Autoridade Palestina nunca imaginou um ataque ao local.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.