Israel atribui atentado à suposta indiferença Palestina

O atentado executado nesta quinta-feira por um suicida palestino em Tel Aviv é "a conseqüência direta da indiferença da Autoridade Nacional Palestina para evitar os atos terroristas contra Israel", afirmou um porta-voz governamental israelense.Em declarações publicadas na edição eletrônica do jornal Haaretz, David Baker, funcionário do escritório do primeiro-ministro de Israel, disse que a Autoridade Nacional Palestina (ANP) "continua com sua política de não dar nenhum passo para evitar os atos terroristas e continua descumprindo seus compromissos em tal sentido. Continua sentada de braços cruzados e à toa".Os Batalhões de Saraya Al Quds, braço armado da Jihad Islâmica, assumiram a autoria do atentado suicida, segundo a rede de televisão saudita Al Arabiya captada em Gaza.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.