Israel avança planos de construção em Jerusalém

Autoridades israelenses avançaram nesta segunda-feira com planos de construir novos apartamentos em um assentamento em Jerusalém Oriental depois que o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu deu sua bênção na semana passada.

Estadão Conteúdo

03 Novembro 2014 | 17h17

O anúncio feito pelo Comitê de Planejamento e Construção de Jerusalém de aprovar a construção de 500 unidades habitacionais em Ramat Shlomo é o primeiro passo de uma longa série de aprovações necessárias antes que a construção real possa começar. O processo pode levar anos.

"É lamentável que após a posição inequívoca e unânime na última semana da comunidade internacional de se opor à construção em Jerusalém, nestes tempos sensíveis, que as autoridades escolham seguir em frente", afirmou Edgar Vasquez, porta-voz do Escritório de Assuntos do Oriente Próximo do Departamento de Estado dos EUA.

Jerusalém Oriental abriga locais sagrados judaicos, cristãos e muçulmanos. Israel diz que toda a cidade será para sempre a sua capital, citando razões históricas, religiosas e de segurança. A comunidade internacional não reconhece a anexação de Israel dessa parte do território.

Os palestinos querem que essa área seja a futura capital e se opõe a qualquer construção israelense construção na região. Manifestantes palestinos entraram em conflito regularmente com

forças de segurança israelenses em Jerusalém Oriental durante meses e a violência tem aumentado regularmente nos últimos dias. Fonte: Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
Israelconstrução

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.