Israel bombardeia Cidade de Gaza e Cisjordânia

Forças israelenses bombardearam hoje alvos na Cidade de Gaza e na cidade de Ramallah, na Cisjordânia, em represália a uma série de atentados a bomba, entre eles um ataque suicida ocorrido na manhã de hoje que matou dois adolescentes israelenses. Militares israelenses informaram que decidiram bombardear "elementos responsáveis pelo terrorismo".Antes dos bombardeios noturnos, autoridades palestinas evacuaram o principal quartel-general da Autoridade Palestina em Ramallah, afirmando que os militares israelenses haviam advertido para eles partirem, sinalizando que um ataque era iminente.O primeiro-ministro Ariel Sharon convocou uma reunião especial de seu gabinete de segurança antes do início da ofensiva israelense. Sharon estava sob forte pressão para responder a uma onda de atentados palestinos, incluindo dois ataques a bomba em Jerusalém na terça-feira.Não há maiores detalhes sobre os alvos que os israelenses atingiram nas duas cidades, que são governadas pela Autoridade Palestina, de Yasser Arafat, conforme termos de acordos de paz.Depois do ataque suicida de hoje, Sharon responsabilizou Arafat pela onda de ataques de militantes palestinos contra Israel. "Infelizmente, ele continua sendo um líder do terrorismo", afirmou Sharon. Ele prometeu que se o "poder de dissuasão (de Israel) foi levemente minado, ele será plenamente restaurado".O grupo militantes palestino Hamas assumiu responsabilidade pelo ataque suicida de hoje em Sdeh Hemed, na fronteira entre Israel e a Cisjordânia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.