Israel: Chanceler renuncia depois de ser indiciado

O ministro das Relações Exteriores de Israel, Avigdor Lieberman, renunciou ao cargo nesta sexta-feira, um dia depois de ser indiciado por quebra de confiança pela justiça do país.

AE, Agência Estado

14 de dezembro de 2012 | 12h56

A renúncia de Lieberman tem potencial para causar turbulência no cenário político israelense a um mês das eleições gerais antecipadas no país.

Ontem, a procuradoria-geral israelense indiciou Lieberman por quebra de confiança, mas arquivou uma série de acusações mais graves envolvendo fraude e lavagem de dinheiro.

"Decidi renunciar de minha posição como ministro das Relações Exteriores e vice-primeiro-ministro", diz comunicado divulgado hoje pela assessoria de imprensa de Lieberman. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
IsraelLiebermanrenúncia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.