Israel começa a construir controverso muro no leste de Jerusalém

Escavadeiras limpavam a terra a leste de Jerusalém nesta segunda-feira enquanto Israel prosseguia com a construção de uma nova parte do muro na Cisjordânia, deixando de lado as críticas dos palestinos e dos EUA. Israel diz que a planejada barreira - 595 km de cercas e muros de concreto - é uma medida defensiva destinada a conter incursões de militantes palestinos em possíveis ataques a território israelense.Mas a barreira deixou enfurecidos os líderes palestinos, que a apelidaram de ?muro da discriminação? e um assalto a terras palestinas por parte de Israel. Israel começou a confiscar partes de terrenos palestinos no leste de Jerusalém há mais de uma semana, e funcionários israelenses começaram a esburacar o chão na última sexta-feira, disse o ministério da Defesa israelense. O trabalho prosseguiu hoje numa rua do bairro de Abu Dis, a partir de onde se pode ver ao longe as abóbadas douradas da mesquita Al- Aqsa, sob a proteção de soldados israelenses.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.