Israel completa na quinta-feira troca de reservistas por tropas regulares

O Exército israelense completará na quinta-feira, dia 17, a substituição dos reservistas posicionados no sul do Líbano por soldados do Exército regular, informou nesta quarta-feira a rádio pública israelense.Enquanto isso, prossegue a retirada escalonada do Exército israelense do sul do Líbano, em preparação para a chegada de uma força multinacional da ONU. Soldados regulares da brigada de pára-quedistas já ocupam o lugardos reservistas que estavam há semanas no setor leste da fronteira. Segundo fontes militares israelenses citadas pela emissora, os soldados da Força Provisória das Nações Unidas no Líbano e do Exército libanês tomarão o lugar dos israelenses dentro de 10 dias. Comandantes citados pela emissora afirmaram que não têm intenção de promover operações ofensivas. Mas, se enfrentarem uma situação de perigo, vão se defender. Fontes militares israelenses informaram que a milícia xiita libanesa Hezbollah está interessada em manter o cessar-fogo, já que precisa se reorganizar. O Exército israelense já concluiu o resgate de corpos de soldados mortos no sul do Líbano e começa agora a recuperar os veículosblindados danificados que foram abandonados. Artilharia israelense O Exército israelense efetuou nesta quarta-feira disparos de artilharia contra o norte da Faixa de Gaza, de onde milicianos palestinos lançam foguetes Qassam contra Israel, informou a rádiopública israelense. Na noite de terça-feira, dois palestinos morreram num ataque aéreo israelense a uma casa na cidade palestina de Khan Yunes, no sul da Faixa de Gaza. As vítimas são um suposto ativista das Brigadas dos Mártires de Al-Aqsa e seu pai. A casa foi bombardeada era usada para produzir e guardar explosivos, segundo o Exército israelense. Na Cisjordânia, o Exército israelense deteve sete palestinos nesta madrugada (horário local).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.