Israel comprará 20 aviões de combate dos EUA

O Ministro da Defesa de Israel, Ehud Barak, aprovou a compra de uma frota de aviões americanos de combate F-35 em um movimento para aumentar os armamentos da Força Aérea israelense. O ministro "aprovou a princípio" uma recomendação do Exército para compra do caça de ataque conjunto F-35, segundo um comunicado de seu gabinete.

AE, Agência Estado

15 de agosto de 2010 | 14h23

Israel espera inicialmente comprar 20 aviões em um acordo avaliado em cerca de US$ 2,7 bilhões, reportou o jornal israelense Yediot Aharonot em várias reportagens publicadas na semana passada.

Se o negócio for aprovado pelo gabinete de segurança, ele representará o acordo mais caro para a compra de armamentos já assinado pelo Estado judeu, segundo o jornal.

"O F-35 é o avião de combate do futuro, que dará à Força Aérea recursos de curto e longo alcance que ajudarão a segurança do Estado", disse Barak em comunicado.

O jornal afirmou que a entrega dos primeiros aviões, que ainda não foram colocados em operação, está prevista somente para 2015. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
IsraelEUAaviõesF-35

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.