Israel conclui operação no norte de Gaza

O Exército de Israel se retirou do norte da Faixa de Gaza, encerrando a operação Nuvens de Outono, na qual matou pelo menos 57 palestinos, ferindo 200 e perdendo um soldado, segundo fontes militares israelenses. Forças de infantaria, blindados e engenheiros concluíram a operação contra as milícias palestinas, com a finalidade de diminuir sua capacidade de lançamento de foguetes Qassam contra o Estado judeu. Ainda assim, na segunda-feira, palestinos do norte de Gaza dispararam um foguete de fabricação caseira contra Israel. As fontes informaram que as tropas israelenses mataram desde quarta-feira passada 57 palestinos, um a menos que o número divulgado por fontes médicas palestinas, e feriram 200. Além disso, foram interrogados cerca de dois mil palestinos. Dezenas deles foram para centros de detenção. Os milicianos palestinos mataram um soldado israelense no primeiro dia da invasão. Durante a invasão, Israel destruiu diversas casas de supostos milicianos, e na quinta-feira demoliu uma mesquita na cidade de Beit Hanoun, onde cerca de 60 milicianos estavam refugiados. O cerco à mesquita resultou na morte de duas palestinas, pertencentes a um grupo de mulheres que ficaram ao lado de fora da mesquita, servindo como escudo humano para proteger os milicianos refugiados na construção. Ao menos dois milicianos fugiram do cerco usando véus e vestimentas de mulher.

Agencia Estado,

07 Novembro 2006 | 04h05

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.