Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Israel concorda em troca de prisioneiros com o Hezbollah

Israel concordou, em princípio, com a troca de 400 prisioneiros árabes, entre eles 200 palestinos, com o grupo guerrilheiro libanês Hezbollah. O acordo, mediado com a Alemanha, poderá envolver a libertação de Marwan Barghouti, o mais alto líder palestino sob custódia israelense, mas a questão ainda não está fechada.Como parte do acordo, o Hezbollah trataria de libertar o empresário Elhanan Tannenbaum e devolver os corpos de três soldados israelenses, todos capturados pela guerrilha em 2000. Israel, por sua vez, libertaria Abdel Karim Obeid e Mustafa Dirani, dois líderes guerrilheiros capturados no final da década de 80 e início dos anos 90.Como parte das negociações, o Hezbollah pediu aos grupos palestinos Hamas, Jihad Islâmica e ao partido Fatah que montem uma lista dos prisioneiros que gostariam de ver soltos.

Agencia Estado,

22 de setembro de 2003 | 18h21

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.