Israel condena soldado por roubo a navio turco

O exército de Israel sentenciou um soldado a cinco meses de prisão pelo roubo de duas lentes e uma bússola durante o ataque da Marinha israelense a um navio de bandeira turca que tentava furar o bloqueio imposto pelo Estado judeu à Faixa de Gaza.

AE-AP, Agência Estado

18 de outubro de 2010 | 20h07

Nove ativistas turcos - um deles com nacionalidade norte-americana - morreram na ação militar israelense contra a flotilha humanitária capitaneada pelo navio Mavi Marmara na madrugada de 31 de maio. O ataque israelense ocorreu em águas internacionais. De acordo com o exército, o soldado condenado também foi multado e degradado. Não há mais detalhes disponíveis.

Tudo o que sabemos sobre:
Israelroubosoldado

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.