Israel considera a deportação de Arafat

O primeiro-ministro de Israel, ArielSharon, pediu aos líderes europeus que cortem relações com o presidente da Autoridade Nacional Palestina (ANP), Yasser Arafat. Um assessor de Sharon disse também que o Estado judeu estáanalisando a deportação do histórico líder palestino se ele continuar "sabotando o processo de paz". Em resposta, um funcionário do alto escalão do governo palestino disse que é a incitação de Sharon contra Arafat que coloca em risco o processo de paz. Arafat está envolvido atualmente numa disputa de poder com o primeiro-ministro da ANP, Mahmoud Abbas, um moderado que conta com o apoio dos Estados Unidos e de Israel. Abbas, também conhecido como Abu Mazen, assumiu o cargo deprimeiro-ministro após forte pressão internacional para que Arafat criasse o posto e dividisse o poder.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.