Israel construirá 800 casas em Jerusalém Oriental

O Ministério da Habitação de Israel anunciou ontem que lançará uma licitação para a construção de mais de 800 novas residências em dois bairros de colonização judaica em Jerusalém Oriental. O prazo para o lançamento é foi estipulado em até dois meses, segundo Ariel Rosenberg, porta-voz do ministério.

TEL-AVIV, O Estado de S.Paulo

16 de novembro de 2011 | 03h04

A medida envolve 750 casas no distrito de Har Homa, no sul de Jerusalém, e outras 65 em Pisgat Zeev, no norte do setor árabe, ocupado e anexado pelos israelenses após a Guerra dos Seis Dias, em 1967.

Os palestinos reclamam que a expansão das áreas judaicas inviabilizam um território contíguo em várias partes de Jerusalém Oriental. Ignorando a pressão externa, principalmente de EUA e União Europeia, o governo de Israel diz que o país tem direito de fazer o que quiser na cidade e se recusa a interromper a expansão de bairros judeus. / AP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.