Israel convoca embaixadores por 'viés pró-palestino'

O ministro das Relações Exteriores de Israel, Avigdor Lieberman, convocou diversos embaixadores europeus em Tel-Aviv para denunciar o que chamou de "viés pró-palestino" dos países em questão e dizer que tal postura "prejudicou as perspectivas de paz".

AE, Agência Estado

17 de janeiro de 2014 | 13h16

Lieberman "ordenou a convocação dos embaixadores do Reino Unido, da França, da Itália e da Espanha e disse a eles que suas perpétuas posições tendenciosas contra Israel e a favor dos palestinos é inaceitável e cria a impressão de que eles estão apenas buscando formas de culpar Israel", informou o porta-voz do chanceler israelense.

"Além de serem parciais, desequilibradas e ignorarem a realidade, as posições desses Estados prejudica significativamente a possibilidade de se chegar a alguma espécie de acordo entre as partes", prosseguiu o porta-voz de Lieberman.

A convocação dos embaixadores europeus ocorreu depois de os representantes israelenses nesses países terem sido convocados por suas respectivas chancelarias para denunciar os anúncios de expansão dos assentamentos judaicos em áreas sob ocupação onde os palestinos pretendem fundar futuramente um Estado viável. Fonte: Dow Jones Newswires.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.