Israel critica exposição com corpos humanos

O procurador-geral do governo israelense, Yehuda Weinstein, apresentou à Suprema Corte um protesto contra a exposição Corpos, em cartaz numa galeria de Tel-Aviv. A mostra exibe corpos dissecados e desrespeita os mortos, segundo Weinstein.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.