Israel decide reabrir campo de detenção de Ketziot

As autoridades militares israelenses decidiram reabrir o campo de detenção de Ketziot, no deserto de Negev, onde foram encarcerados milhares de palestinos durante a primeira intifada (1987-1993). O objetivo é transferir para o local centenas de palestinos capturados durante a operação"Muralha de Defesa". Segundo a rádio militar de Israel, o campo está sendo reformado, depois de ter sido abandonado por vário ano. Hoje, um porta-voz militar afirmou que Israel mantém 900 palestinos prisioneiros.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.