Israel demole 35 casas em campo de refugiados palestinos

O Exército israelense destruiu neste sábado 35 casas no campo de refugiados palestinos Khan Younis, no sul da faixa de Gaza, um dia depois de uma residente da colônia judaica Neve Dekalim, localizada próxima dali, ser assassinada por um disparo de morteiro. Segundo o Exército, a maioria das construções demolidas no campo palestino estava desabitada e servia de esconderijo para militantes atacar o assentamento.No entanto, depois que as máquinas israelenses deixaram o campo de refugiados, dezenas de palestinos retiravam dos escombros roupas, utensílios domésticos, livros escolares e outros pertences. Um residente disse que ele e seus quatro filhos tiveram que fugir em pijamas antes que sua casa de dois andares fosse demolida.A incursão começou pouco depois da meia-noite de sexta-feira com um ataque de mísseis que matou um palestino de 55 anos e feriu outros cinco. O Exército afirmou que os ataques tinham como alvo militantes que tentavam lançar foguetes contra Neve Dekalim.Depois, tanques do Exército entraram no campo de refugiados, sendo recebidos por rajadas de metralhadoras. O conflito ocorreu próximo a Neve Dekalim, onde a israelense-americana Tiferet Tratner, de 24 anos, foi morta por disparos de morteiro. O ataque foi reivindicado pelo grupo islâmico Hamas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.