Israel demole casas de suspeitos de matar adolescentes

O exército de Israel demoliu as casas de dois militantes palestinos suspeitos do sequestro e assassinato de três adolescentes israelenses e lacrou a casa de um terceiro suposto envolvido no caso.

Estadão Conteúdo

18 de agosto de 2014 | 05h22

A morte dos jovens israelenses e a retaliação contra um palestino em junho deste ano acirraram as tensões que resultaram nos lançamentos de foguetes pelo Hamas e na ofensiva de Israel contra a Faixa de Gaza.

Segundo o exército, as casas na Cisjordânia foram demolidas no início desta segunda-feira, de acordo com procedimento padrão em casos de crimes de evidência nacional.

O suspeito Hussam Kawasma está sob custódia de Israel desde julho. Os outros dois acusados, identificados como Marwan Kawasma e Amer Abu Aysha, permanecem soltos. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Israelsuspeitosadolescentessequestro

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.