Israel descarta retirada total antes da posse de Obama

Israel não retirará totalmente suas tropas da Faixa de Gaza no momento, afirmou hoje porta-voz do Exército, Avital Liebovich, horas antes da posse do presidente eleito dos Estados Unidos, Barack Obama. Questionado por repórteres se as forças terrestres deixariam Gaza antes de Obama assumir a Casa Branca, Liebovich disse: "No momento, ninguém está falando sobre a retirada total das tropas."Falando sob condição de anonimato, um alto funcionário do Ministério da Defesa acrescentou: "Isso dependerá da realidade no local", reconheceu. "Nós estamos progressivamente reduzindo o número de tropas na Faixa de Gaza, mas mantendo nossas unidades nas proximidades do território em alerta, a fim de rapidamente reagir a qualquer situação."Israel lançou uma ofensiva militar de 22 dias contra o grupo militante Hamas em Gaza e declarou um cessar-fogo unilateral que passou a valer na manhã de domingo. No mesmo dia o Hamas também declarou uma trégua de sete dias. A guerra matou mais de 1.300 palestinos e 13 israelenses. Outros 5.300 palestinos ficaram feridos, segundo autoridades médicas de Gaza. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.