Israel descarta trégua permanente

Israel negou um pedido palestino de tornar permanente a trégua vigente, afirmando que assim deixaria impunes os grupos extremistas palestinos. A proposta foi feita pelo minsitro das Relações Exteriores palestino, Nabil Shaath, ao seu colega israelense, Silvan Shalom. Israel respondeu que só concordaria se houvesse o demantelamento total dos grupos radicais, possibilidade negada pelos palestinos.Israel vem conclamando os palestinos a dissolverem os grupos que perpetraram a maioria dos ataques contra os israelenses nos últimos três anos. A autoridade palestina afirma que um confronto com os militantes desencadearia uma guerra civil.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.