Israel desmente suposta intenção síria de iniciar guerra

O Exército israelense desmentiu nesta segunda-feira as declarações de um de seus oficiais do Corpo de Inteligência Militar sobre a possibilidade de a Síria estar se preparando para uma guerra nos próximos meses.Por meio de um comunicado à imprensa, o Exército israelense assegurou que não tem nenhuma informação concreta sobre a Síria estar se preparando para um conflito nos próximos meses, como disse neste domingo o chefe da divisão de pesquisas dos serviços de Inteligência Militar, general-de-brigada Yossi Beiditz.Beiditz afirmou na reunião semanal do Conselho de Ministros que o presidente Bashar al-Assad ordenou um aumento na produção de mísseis de longo alcance e pediu a seu Exército o desdobramento de baterias de mísseis antitanque nas proximidades da fronteira da Síria com Israel.As declarações do militar se propagaram como um rastro de pólvora na opinião pública e em alguns casos gerou a preocupação entre a população.Por isso, o Exército israelense comunicou de forma oficial que não tem nenhuma informação concreta sobre a possibilidade de uma guerra no próximo verão, e que seus preparativos para uma hipotética disputa fazem parte unicamente da necessidade de preparar suas forças.O recente conflito do Líbano revelou uma série de irregularidades e falta de preparação do Exército israelense, que agora tenta corrigi-los mediante intensivos treinamentos de suas forças.Nestes esforços, disseram fontes militares ao jornal israelense Ha´aretz, o Exército trabalha com a premissa de que deve estar preparado até o verão, o que não significa um conflito com a Síria.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.