Israel destrói fábricas palestinas

O Exército de Israel demoliu hoje três fábricas palestinas na Cidade de Gaza, que supostamente produziam morteiros. No ataque deste domingo, forças israelenses lançaram mísseis contra três fábricas ao norte da Faixa de Gaza, disseram funcionários e testemunhas palestinos. Helicópteros deram cobertura aos soldados de Israel. Segundo, o Exército israelense disse que as fábricas produziam morteiros. "Vamos continuar realizando operações para cessar o terrorismo palestino e proteger vidas dos cidadãos", disse o governo de Israel, por meio de um comunicado, que também afirmou que cerca de 30 morteiros foram lançados contra assentamentos judeus nos últimos dias. Testemunhas palestinas negaram que os morteiros eram fabricados nessas indústrias. De acordo com essas testemunhas, as fábricas produziam equipamentos para cortar madeira e mármore. Os ataques incendiaram as indústrias e ainda danificaram outros edifícios ao redor. No vilarejo de Beit Hanoun, forças de Israel destruíram uma delegacia de polícia, informaram fontes palestinas. Os ataques também destruíram um transmissor de energia, deixando a área sem eletricidade. O Exército israelense alegou que palestinos lançaram morteiros contra um assentamento judeu. O conflito na região já duram mais de um ano e provocaram a morte de 739 palestinos e 192 israelenses. Leia o especial

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.