Israel detém palestinos supostamente ligados à Al-Qaeda

As autoridades israelenses anunciaram a detenção de três palestinos que estavam prestes a cometer atentados em Israel, depois de terem sido treinados no Iraque por combatentes da Al-Qaeda, informou a rádio militar israelense. Segundo a emissora, a detenção ocorreu no mês passado, mas o Exército autorizou sua divulgação apenas hoje para que, segundo eles, as investigações não fossem prejudicadas.De acordo com a rádio militar, os três membros da suposta célula terrorista militam na Frente de Libertação Palestina. Segundo o site da Internet do jornal Yediot Ahronot, Ynet, os três detidos foram entregues aos serviços secretos iraquianos.Ao mesmo tempo, centenas de palestinos realizaram uma manifestação em frente ao consulado dos Estados Unidos, em Jerusalém oriental, em protesto contra a ofensiva militar israelense sobre o quartel-general do líder Yasser Arafat em Ramallah, na Cisjordânia.O ministro das Relações Exteriores grego, Ghiorgos Papandreu, manteve hoje uma longa conversação telefônica com Arafat e garantiu ao líder palestino que fará o possível para que os Estados Unidos e a Europa pressionem Israel para que abandone a ofensiva sobre seu quartel-general.Grandes Acontecimentos InternacionaisESPECIAL ORIENTE MÉDIO

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.