Israel detém presos trocados em 2011

A história de Gilad Shalit voltou nos últimos dias ao noticiário, depois que forças israelenses detiveram, na Cisjordânia, um dos 1.027 palestinos que haviam sido trocados pelo cabo israelense no acordo de 2011. Israel não revelou os motivos nem as circunstâncias da prisão de Tahrir Sati al-Qinna, de 35 anos, integrante da Frente Popular para Libertação da Palestina (FPLP), na região de Nablus.

O Estado de S.Paulo

26 Maio 2013 | 02h06

Uma semana antes, a polícia detivera em Ashdod, cidade israelense ao lado de Gaza, outro palestino solto em troca de Shalit. Ghadia Abdallah disse que estava dentro do território israelense em busca de emprego, mas autoridades de Israel afirmam que sua presença é ilegal. Não está claro como ele entrou no país. / R.S.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.