Israel detém suposto seqüestrador de soldados no Líbano

O Exército israelense deteve no Líbano um dos seqüestradores dos dois soldados cuja captura, em 12 de julho, desencadeou a atual crise, informou o chefe dos serviços de inteligência do Exército, Amos Yadlin. (Veja histórico da crise, no especial "Tensão no Oriente Médio", relacionado nos links ao lado)O militar revelou a informação em um comparecimento perante o Conselho de Ministros, no qual, no entanto, se negou a revelar o lugar exato onde o miliciano foi detido.Uma porta-voz militar informou posteriormente que um dos 20 milicianos do grupo xiita Hezbollah que o Exército deteve até agora confessou que era um dos seqüestradores dos dois soldados.O indivíduo foi detido pelas forças especiais israelenses em uma operação há poucos dias.O canal "10" da televisão israelense afirmou que o homem participou da captura de um dos soldados, Eldad Regev, mas o Exército não confirmou esta informação, que significaria que os seqüestradores levaram os dois soldados a lugares diferentes após capturá-los.A porta-voz também não quis informar se o guerrilheiro capturado deu informações sobre o paradeiro e o estado de saúde dos seqüestrados.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.