Israel deve libertar prisioneiros palestinos amanhã

Israel deve cumprir amanhã seu plano de soltar quase 200 palestinos mantidos como prisioneiros. Com isso, Jerusalém pretende reforçar as relações com o presidente palestino, Mahmoud Abbas, e melhorar o ambiente para as negociações de paz. Abbas tem reivindicado repetidamente a libertação de alguns dos 9 mil palestinos presos em cadeias israelenses. A libertação ocorrerá horas antes da chegada da Secretária de Estado dos Estados Unidos, Condoleezza Rice, em sua última missão de paz na região. Entre os palestinos que serão soltos está um militante acusado de executar um ataque à bomba em Israel há cerca de três décadas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.