Israel diz esperar que Egito cumpra do acordo de paz

Jerusalém, 24/06/2012 - O primeiro-ministro de Israel disse esperar que a paz do país com o Egito continue intacta após a eleição de um presidente muçulmano. A país estava apreensivo com a possibilidade de um integrante da Irmandade Muçulmana assumir o governo no país vizinho, já que o grupo não reconhece Israel formalmente.

Agência Estado

24 de junho de 2012 | 19h33

"Israel espera continuar a cooperação com o governo egípcio de acordo com o tratado de paz entre os dois países, que é interesse dos dois povos e contribui para a estabilidade regional", disse o premiê israelense Benjamin Netanyahu em nota neste domingo.

A Irmandade Muçulmana do Egito disse que manteria o acordo de paz, assinado em 1979, mas que reivindicaria mudanças nele. As informações são da Associated Press. (Paula Moura - paula.moura@grupoestado.com.br)

Mais conteúdo sobre:
EgitoIsraeleleição

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.