Israel diz que Hamas recebe treinamento no Irã

Dúzias ou talvez centenas de militantes do Hamas deixaram recentemente a Faixa de Gaza para receber treinamentos militares avançados no Irã, informaram nesta segunda-feira fontes militares anônimas.O treinamento seria similar àquele recebido por milhares de guerrilheiros do Hezbollah nos últimos anos. Israel teme que a capacidade militar do Hamas seja ampliada e que isso facilite a ocorrência de novos conflitos em Gaza, disseram os oficiais.O governo israelense havia financiado uma ofensiva de cinco meses na Faixa de Gaza, durante o verão, depois que militantes ligados ao Hamas seqüestraram um soldado israelense na região próxima à fronteira. Ao todo, mais de 300 palestinos foram mortos no confronto e somente um soldado israelense foi assassinado.Em contrapartida, 120 soldados israelenses foram mortos durante o confronto ocorrido recentemente com militantes do grupo Hezbollah, no Líbano. De acordo com o governo israelense, 800 integrantes do Hezbollah foram assassinados. Na ocasião, Israel acusou o Irã de ter oferecido treinamento ao Hezbollah e de utilizar o grupo para atacar os judeus.A Inteligência israelense alertou ainda para o fato de que o treinamento em massa dos integrantes do Hamas no Irã é um novo passo rumo à aliança crescente entre os xiitas iranianos e o movimento sunita Hamas. O primeiro-ministro Ismail Haniyeh, do Hamas, retornou na semana passada de uma visita ao Irã, que ofereceu ao governo palestino uma ajuda de US$ 120 milhões. Israel acredita que o Hamas está tirando vantagem do cessar-fogo acordado no último mês para preparar um confronto militar com Israel e, para isso, está contando com a ajuda do Irã.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.