Israel e nova liderança egípcia fazem contato

Netanyahu expressou satisfação com anúncio de que o novo governo vai respeitar tratados internacionais

JEFFREY HELLER, REUTERS

13 de fevereiro de 2011 | 09h44

JERUSALÉM - O premiê israelense, Benjamin Netanyahu, manifestou neste domingo, 13, apoio ao compromisso da nova liderança egípcia em respeitar o tratado de paz com o Estado judeu, após promover um contato inicial com líderes militares do Egito.

O ministro da Defesa da Israel, Ehud Barak, e Mohamed Hussein Tantawi, chefe do Conselho Militar Supremo do Egito, falaram por telefone no sábado, afirmou uma porta-voz do ministério, evitando dar mais detalhes.

Em comentários a jornalistas, Netanyahu expressou satisfação com a liderança militar egípcia e o anúncio de que o novo governo vai respeitar tratados internacionais.

"O acordo de paz foi mantido pelo Egito ao longo dos anos... é uma peça central de paz e estabilidade, não apenas para os dois países, mas para pessoas em toda a região", disse Netanyahu no início de uma reunião de seu gabinete, em Jerusalém.

Em 1979, o Egito tornou-se o primeiro país árabe a assinar um tratado de paz com Israel, que observou com preocupação as semanas de protestos que derrubaram o presidente Hosni Mubarak, na sexta-feira.

Tudo o que sabemos sobre:
EGITOISRAELCONTATO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.