AFP PHOTO / JAAFAR ASHTIYEH
AFP PHOTO / JAAFAR ASHTIYEH

Israel e Palestina destacam necessidade de diálogo pela paz ao fim do Ramadã

Benjamin Netanyahu e Mahmoud Abbas conversaram por telefone na sexta-feira, em um raro ato diplomático em meio a anos de paralisação nos esforços pela paz.

Estadão Conteúdo

18 de julho de 2015 | 12h33

O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, e o presidente da Palestina, Mahmoud Abbas, conversaram por telefone na sexta-feira, 17, em um raro ato diplomático em meio a anos de paralisação nos esforços pela paz. Em comunicado, o gabinete de Netanyahu afirmou que o líder israelense desejou a Abbas um feliz Eid el-Fitr, o feriado muçulmano que encerra o Ramadã.

 

Segundo a nota, o primeiro-ministro de Israel disse a Abbas que os cidadãos de seu país querem a paz e que o governo "continuará a agir em prol da estabilidade regional". De acordo com a agência de notícias palestina WAFA, Abbas disse a Netanyahu que é importante alcançar um acordo de paz ao longo do próximo ano.

Contudo, os dois líderes continuam a discordar a respeito das fronteiras do Estado palestino. Enquanto os palestinos querem retomar áreas capturadas por Israel em 1967, Netanyahu rejeita a proposta de discutir o tema usando o ano como base para determinação de fronteiras.

Informações da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
IsraelPalestinapazdiplomacia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.