Israel e palestinos aceitam cessar-fogo, diz Sarkozy

O presidente francês, Nicolas Sarkozy, afirmou hoje que Israel e a Autoridade Palestina aceitaram um plano elaborado por França e Egito para a Faixa de Gaza. Sarkozy não mencionou o Hamas, grupo que controla a Faixa de Gaza. Porém funcionários israelenses não confirmaram a informação. As declarações do líder francês foram divulgadas em comunicado. Sarkozy diz que "saúda fortemente" a aceitação pela Autoridade Palestina e por Israel do plano apresentado na terça-feira pelo presidente egípcio, Hosni Mubarak. O texto não traz detalhes sobre a proposta.Israel disse, por meio de um porta-voz, que "saúda" o projeto. O funcionário disse que o país poderia aceitar o plano se houvesse o fim do "fogo hostil" em Gaza e também medidas para evitar o rearmamento do Hamas. Israel realiza uma operação militar em Gaza desde 27 de dezembro, que já deixou mais de 600 mortos. Desde a noite de sábado, o Exército israelense realiza uma ofensiva por terra.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.