Israel encerra bloqueio naval ao Líbano

Autoridades israelenses confirmaram já ter concluído a transferência do controle das águas territoriais libanesas para forças das Nações Unidas. Oficiais israelenses afirmaram que isso só não aconteceu mais cedo porque não estava claro quem controlaria a força das Nações Unidas.Com isso, termina o embargo marítimo, iniciado em julho, quando começaram os conflitos entre forças israelenses e o Hezbollah.O porta-voz do governo israelense, Miri Eisin, afirmou que a força de segurança da ONU manterá o embargo internacional para impedir o acesso do Hezbollah a armamentos.Segundo estimativas do governo libanês, o país perdeu entre US$ 30 milhões e US$ 50 milhões por dia ao longo do período do bloqueio, estrangulando a entrada de recursos necessários para a reconstrução do país.Parentes dos soldados seqüestrados pelo Hezbollah foram contra a medida, afirmando que o embargo deveria ser mantido até que eles fossem libertados.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.