Israel envia especialistas para ajudar nas buscas por estudantes na Nigéria

Israel enviou especialistas de inteligência para a Nigéria para ajudar nas buscas por mais de 200 estudantes sequestradas no mês passado pelo grupo rebelde islâmico Boko Haram, afirmou uma autoridade israelense nesta terça-feira.

Reuters

20 Maio 2014 | 12h37

A equipe, que inclui pessoas com experiência em situações envolvendo reféns, se juntará a um crescente esforço internacional para achar as meninas sequestradas.

“Essas não são tropas operacionais, elas estão lá para aconselhar”, disse o representante israelense, sob condição de anonimato.

Militares dos EUA já estão utilizando aeronaves de vigilância tripuladas e não tripuladas na Nigéria para buscar as garotas, cujo sequestro despertou comoção mundial e aumentou a pressão sobre o presidente nigeriano Goodluck Jonathan para lidar com os rebeldes.

O Boko Haram matou milhares de pessoas em sua campanha para estabelecer um Estado islâmico no nordeste da Nigéria, região de maioria muçulmana.

O primeiro-ministro de Israel Benjamin Netanyahu enviou esta equipe há cerca de uma semana após discutir a situação com Jonathan, segundo a fonte.

(Por Dan Williams)

Mais conteúdo sobre:
NIGERIA ISRAEL BOKOHARAM*

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.