Israel esnoba mediadores de paz internacionais

O governo israelense esnobou um grupo internacional de mediadores de paz para o Oriente Médio que pretendiam discutir o plano do premier Ariel Sharon de retirar-se da Faixa de Gaza. Autoridades israelenses dizem que Sharon prefere discutir o plano em separado com os Estados Unidos. Os representantes do chamado Quarteto - EUA, União Européia, ONU e Rússia - foram recebidos por representantes palestinos, que deram boas-vindas à delegação. O porta-voz de Ariel Sharon, Asaf Shariv, negou que o governo tenha se recusado a receber o Quarteto. Ele afirmou que o governo israelense primeiro prefere receber uma delegação da Casa Branca antes de discutir a retirada de Gaza com terceiros.?Não nos recusamos a recebê-los... Não havia plano de encontrá-los?, disse Shariv. ?Teremos uma delegação americana chegando nesta semana e discutiremos tais questões com ela?. Mas Christina Gallach, porta-voz do chanceler da União Européia, Javier Solana, disse que os israelenses desmarcaram uma reunião já agendada.

Agencia Estado,

07 de julho de 2004 | 14h43

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.